Vídeo: Rajadas de vento e forte chuva deixam Belém submersa | Notícias Pará | Diário Online



Hoje o “Lá vem ela” ecoou forte em boa parte da capital paraense e suas regiões metropolitanas. Após um longo dia de sol escaldante, caiu uma chuva torrencial, típica do clima equatorial. Nada que o paraense não esteja acostumado. Ou não? Muitos afirmaram, nas redes sociais, que a pancada de chuva desta sexta-feira (23) deu um pouco de medo.

Com fortes rajadas de ventos e incidências de raios, o forte temporal chegou no final da tarde desta sexta-feira (23). Diversos bairros tiveram os fornecimentos de água e energia interrompidos. A Equatorial informou que registrou falta de energia nos bairros da Pedreira, Tapanã, São Brás, Marco, Val de Cães e adjacências, além de algumas localidades de Ananindeua, Benevides e Marituba.

Além da falta de energia elétrica, a situação nas ruas e avenidas foi dramática. Em vídeos compartilhados por moradores nas redes sociais, vê-se a difícil situação enfrentada por quem trafegava pelos locais. O trânsito, que já é habitualmente lento neste horário em dias normais, ficou completamente parado em muitas avenidas. 

Em Ananindeua, a água tomou conta de um trecho da Mário Covas, prejudicando todos os bairros ao redor. Na avenida Almirante Barroso, próximo à avenida Tavares Bastos, os ventos fortes derrubaram uma árvore, bloqueando a pista do BRT e uma parte da avenida. Em Marituba, a quantidade de água fez o Rio Uriboca subir acima da média, alagando diversos locais.

Veja vídeos e reações:

 

Avenida Mário Covas ficou intrafegável, mesmo assim alguns motoristas decidiram se arriscar. Reprodução Redes Sociais

 

Falta de Água

E quando falta luz, também falta água. A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), precisou se justificar a moradores dos conjuntos Cidade Nova e Guajará I. Os bairros ficaram sem abastecimento de água logo após a forte chuva. A Cosanpa informou que a falta de energia elétrica atingiu a área do sistema que atende aos conjuntos.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*