Testes de Covid-19 feitos no Brasil são patenteados | Notícias Brasil | Diário Online



A pandemia da Covid-19 trouxe diversos desafios para o Brasil, principalmente quando não se tinha insumos próprios nem testes da doença produzidas no país.

Mas cada vez esse cenário muda. Uma boa notícia é que pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), patentearam dois novos testes para detecção do coronavírus na saliva.

Brasil receberá 1,5 milhão de doses da Janssen

Eles possuem alta sensibilidade e, se produzidos em larga escala por empresas parceiras, podem possibilitar a testagem em massa da população brasileira.

Uma das tecnologias envolve um sensor eletroquímico que permite fazer uma análise quantitativa da proteína “spike” na saliva do paciente. “Esse é um modelo de teste rápido e portátil. Tem grande sensibilidade e se assemelha aos dispositivos que medem a quantidade de glicose [glicosímetro], utilizados por diabéticos. Nele, um sensor eletroquímico capta a proteína e o resultado pode ser acessado, em questão de minutos, por meio de um aplicativo de celular”, conta Ronaldo Censi Faria, pesquisador do Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia da UFSCar e coordenador do projeto.

O outro teste desenvolvido pela equipe detecta na saliva o RNA do vírus com precisão semelhante à do RT-PCR – exame considerado padrão-ouro para diagnóstico da doença. No entanto, trata-se de um método mais rápido e econômico, pois usa menos reagentes.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*