Técnico elogia Tuna e atacante projeta jogo contra Paysandu | Esporte Pará | Diário Online



A Tuna, praticamente, selou a
classificação à próxima fase do Campeonato Paraense após a vitória por 6 a 1contra o Gavião Kyikateje nesta
terça-feira (20), em Marabá, sudeste paraense.

Com o resultado, os Cruzmaltinos chegaram aos
nove pontos e seguem na segunda colocação do Grupo B.

Para o
técnico Robson Melo, a equipe mostrou uma significativa melhora, no entanto, o
sistema defensivo ainda precisa evoluir mais.

“Análise de hoje é positiva. Foi um
jogo que nos colocou de vez na briga pela classificação. Algumas deficiências
apresentadas no jogo contra o Itupiranga foram corrigidas. Tivemos uma
transição muito boa, nossa marcação em linha alta foi bem interessante. Claro
que temos que continuar consertando alguns pontos de balanço defensivos para
continuar crescendo. No primeiro tempo demoramos a encaixar a marcação e as
transições, mas conseguimos. Fomos mais competentes e acho que o resultado
ficou de bom tamanho pelo número de chances criadas.”

A Lusa chegou aos 15 gols na competição e, ao lado do Remo, tem o melhor ataque. Autor de dois gols, o atacante Paulo
Rangel chegou aos cinco e assumiu a vice-artilharia ao lado de
Nicolas, do Paysandu – Dioguinho, do Remo, e Cris Maranhense, do Bragantino, estão com seis.
Apesar do objetivo pessoal, o camisa 9 da Águia diz que o foco é a parte
coletiva.

“Estou feliz. Claro que temos nossos
objetivos individuais, que é brigar pela artilharia, mas isso é consequência de
um trabalho. Independente disso, o mais importante é a vitória, o mais
importante é a partida coletiva que a equipe realizou. Isso traz maior
motivação para o jogo diante do Paysandu, que será mais uma decisão. O grupo
todo está de parabéns.”

A Tuna volta a campo no próximo sábado, dia 24, para encarar o Paysandu, na Curuzu, às 17h. A partida ainda é válida pela quinta rodada do Parazão, após ter sido adiada devido ao temporal que caiu em Belém no último dia 9 de abril.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*