Suspeito de ataque à sede do Porta dos Fundos é filiado ao PSL – Diário Online



O homem apontado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro como um dos autores do ataque à sede da produtora Porta dos Fundos, Eduardo Falzi Richard Cerquise, é filiado ao Partido Social Liberal (PSL), antigo partido do presidente da República Jair Bolsonaro. Eduardo é considerado foragido pelo crime. 

Polícia identifica suspeito do ataque à Porta dos Fundos

Segundo o portal Metrópoles, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) consta que Eduardo Falzi Richard Cerquise é filiado à legenda desde 2001. Ele é presidente da Associação dos Guardadores de Carro São Miguel. Há um mandado de prisão contra Falzi pelo caso.

Nesta terça-feira, a polícia cumpriu mandados de busca e apreensão contra o suspeito. Os agentes apreenderam dinheiro, simulacro de arma, munição e computadores. 

O ataque com coquetéis molotov na sede do Porta dos Fundos ocorreu na madrugada do último dia 24 de dezembro. Imagens mostraram a ação de três homens, registrada por um quarto suspeito.

A produtora é alvo de críticas desde a estreia do filme Especial de Natal Porta dos Fundos 2019: A primeira tentação de Cristo, que retrata Jesus Cristo como homossexual.

(Com informações do portal Metrópoles)





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*