Pará é o segundo estado com mais mortes por HIV no Brasil – Diário Online



De acordo com dados da Secretaria de Saúde, até o final de 2019, o Pará registrou 11.030 notificações de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Quase a metade dos casos, cerca de 5.231 deles, são de sífilis. Os de HIV totalizam mais de 26% do total, com 2.958 registros. 

A Secretaria acredita que o número de pessoas com alguma IST é ainda maior, mas que os casos não são registrados em bancos de dados como, por exemplo, do Papillomavirus humano, mais conhecido como HPV. 

Segundo dados apresentados pelo Ministério da Saúde, o Pará possui um outro recorde alarmante: ocupa o segundo lugar com o maior número de mortes causadas por HIV no Brasil, em 2018, ano do último boletim epidemiológico. O coeficiente do estado foi 72% superior à média nacional. 

O Pará possui 80 Centros de Testagem e Aconselhamento e oferece opções de diagnóstico das ISTs em todas as unidades de saúde dos 144 municípios paraenses. 

As Infecções Sexualmente Transmissíveis são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos e são transmitidas, principalmente, por meio de contato sexual sem o uso de preservativo. A transmissão também pode acontecer da mãe para o filho durante a gestação, parto ou amamentação. 

Use camisinha e se proteja dessas ISTs e de outras, como Hepatites. Para mais informações, acesse: saude.gov.br/ist.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*