Moro é candidato mais forte contra Lula, aponta pesquisa | Política | Diário Online



As eleições de 2022 começam a tomar forma e além das articulações, encontros, filiações e reuniões as pesquisas eleitorais retomam a frequência habitual deste período. Uma pesquisa realizada pelo PoderData de 22 a 24 de novembro de 2021, trouxe novidades que podem mexer com esse período pré-eleitoral.

Leia também: Apesar da vacina, Carnaval ainda preocupa OMS

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) despontou nas pesquisas eleitorais desde que oficializou sua pré-candidatura à presidência da república. Moro já é o candidato mais competitivo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em um possível 2º turno nas eleições de 2022.

De acordo com a pesquisa, se as eleições fossem hoje, Moro teria 17 pontos percentuais atrás do petista, perdendo por 48% a 31% em um confronto direto. É a menor diferença entre todos os pré-candidatos testados contra Lula, que vence todas as simulações de 2º turno testadas pela divisão de pesquisas do Poder360.

LEIA TAMBÉM:

PL anuncia filiação de Bolsonaro para a próxima semana

PSDB decide quem vai disputar eleição presidencial em 2022

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) atingiu apenas 31% contra 54% do petista, uma diferença de 23 pontos percentuais (PP). Há 1 mês, a distância era de 15 pp.

Foi a 1ª vez que o PoderData testou um 2º turno com Lula e Sergio Moro depois que o ex-juiz filiou-se ao Podemos e falou como pré-candidato . Neste cenário, 20% dos eleitores escolheriam votar nulo ou em branco e 1% deles não sabem.

No 2º turno com Lula e Jair Bolsonaro, o ex-presidente pontua 54% contra 31% do atual. São 14% os entrevistados que votariam nulo ou em branco e 1% os que disseram não saber. Na rodada anterior, nulos eram 10%.

Processo de pesquisa

Segundo o PoderData, a Pesquisa foi realizada por meio de ligações para telefones celulares e fixos. Foram 2.500 classificados em 459 municípios nas 27 unidades da Federação de 22 a 24 de novembro de 2021. A divulgação do levantamento é realizada em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Para chegar a 2.500 mostrar que preencham proporcionalmente (conforme aparecer na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de pontos de telefonesmas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representam de forma fiel o conjunto da população. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. 





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*