Menino precisa de ajuda para cirurgia no cérebro | Notícias Pará | Diário Online



Com apenas
cinco anos de idade, o pequeno Brayan Almeida tem travado uma grande luta pela
vida. Diagnosticado com um tumor na região do cérebro, a criança precisa passar
por uma nova cirurgia que, somada às despesas com acompanhante, custará 50 mil
reais. O procedimento é uma recomendação médica que deve ser realizado no
estado de São Paulo, em um hospital particular referência em cirurgias
cerebrais.

Brayan mora
com os pais no município de Itinga, próximo à divisa do Pará com o Estado do
Maranhão. O agricultor e pai da criança, Edvaldo Almeida, lembra que o pequeno
sempre levou uma vida normal até os seus quatro anos e meio, idade em que foram
percebidos os primeiros sinais da doença. “Ele começou a sentir fortes dores na
cabeça, até que uma vez teve uma convulsão. Corremos para o hospital onde ele
foi avaliado por um especialista, fizeram os exames e veio a má notícia de que
ele tinha um tumor cerebral”, conta. 

O tumor
identificado foi avaliado como sendo de grau 3, o que causa ainda mais
preocupação aos pais. “Logo após essa identificação ele passou por uma cirurgia
a laser, mas não deu resultado. A única saída então é fazer essa cirurgia mesmo
geral no crânio que dá 75% de chance. Mas ficamos desesperados porque só é
feita nesse hospital particular, e como somos de um município muito pequeno os
recursos são poucos”, diz Edvaldo.

Comovidos
com o caso do Brayan, várias pessoas se mobilizaram para tentar levantar a
quantia necessária, foi quando surgiu a ideia da vaquinha. “Apesar das
dificuldades, Deus sempre estende a mão quando estamos em desespero, né? Foi
quando conhecemos um empresário que conseguiu que o hospital baixasse o valor
da cirurgia de 100 para 50 mil. Aí, uma pessoa deu a ideia para a minha esposa
da vaquinha e começamos a fazer. Várias igrejas também estão ajudando e até o
momento conseguimos 18,5 mil do valor que é necessário para a cirurgia”, disse
o pai.

A cirurgia
para a remoção do tumor do pequeno Brayan está marcada para o dia 30 de abril.
Porém, é necessário que o paciente esteja em São Paulo com quatro dias de
antecedência para dar início ao pré-operatório. As passagens aéreas de ida e
volta para o garoto e sua mãe já foram garantidas pelo município. Por isso,
Edvaldo pede para que, quem quiser e puder ajudar no custo do procedimento
possa fazer sua doação até esta quarta-feira (21), via depósito bancário.

AJUDE

Para ajudar
com as despesas do tratamento, os interessados devem fazer o depósito de
qualquer valor na conta bancária aberta em nome da mãe do pequeno Brayan.

Instituição:
Banco do Brasil 

Agência:
1611-0

Conta
corrente: 52.959-1

Nome:
Adrielle Almeida Ribeiro





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*