Mãe de Jô Soares morreu atropelada e ele perdoou taxista



Amigo de Jô Soares, que morreu nesta sexta-feira (5), o jornalista Marcelo Bonfá fez uma entrevista com o apresentador há sete anos em seu canal no YouTube. Alguns fãs resgataram a conversa no dia de morte do também ator, escritor e humorista. Jô contou ter perdoado o taxista que atropelou sua mãe Mercedes Leal, no Rio. Ela morreu em consequência do trágico acidente.

“Mamãe morreu atropelada, em um dia de chuva terrível. O motorista do táxi não teve a menor culpa. Ela tinha 70 anos. O motorista socorreu minha mãe e levou para o hospital. Ele fez tudo certo. Só que ela teve uma fratura de base de crânio e não resistiu”, começou Jô Soares contando o drama.

O apresentador relatou que, na época da morte de dona Mercedes, ele tinha 30 anos. Só dez anos depois aconteceu o encontro com o taxista “Peguei um táxi no Santos Dumont e, quando cheguei em casa, o motorista falou: ‘Eu preciso dizer uma coisa para o senhor. Fui eu que atropelei sua mãe. E desde esse dia, isso já faz dez anos, eu não consigo mais dormir. Só vou conseguir dormir no dia que o senhor me disser que me perdoa”, revelou Jô para espanto de Bonfá: “Que história emocionante”.

Jô, então, detalhou que tinha respondido para o homem:”‘Você está perdoado desde o dia que pegou a minha mãe, socorreu e ficou ao lado do meu pai até a minha mãe morrer. Você não teve culpa nenhuma. Eu te perdoo, você está mais que perdoado. Vai em paz’. Ele chorava e eu chorei muito também. O perdão para mim é a coisa mais importante no cristianismo. O perdão imediato que Cristo traz”, finalizou ele.

Veja:





Fonte da notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pular para a barra de ferramentas