Juíza  não aceita relatório e dá mais 48 horas para Bolsonaro mostrar exames – Diário Online



Nesta quinta-feira (30), a juíza Ana Lúcia Petri Betto decidiu dar 48 horas para que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), entregue à Justiça “os laudos de todos os exames” realizados para verificar se foi contaminado ou não pelo novo coronavírus.

Bolsonaro tem 48 horas para apresentar exame de coronavírus

“Vou me sentir violentado”, reclama Bolsonaro sobre mostrar exames

A Advocacia-Geral da União (AGU) encaminhou à Justiça um relatório médico, ao invés de enviar os laudos de todos os exames. O relatório era referente ao dia 18 de março no qual atesta que Bolsonaro se encontra “assintomático” e teve resultado negativo para os testes realizados no mês passado.

O documento encaminhado à primeira instância foi divulgado pelo site de notícias UOL no mês passado. O governo também pediu que o caso tramite sob sigilo por envolver informações consideradas pessoais do presidente, o que foi negado pela juíza. “Indefiro o pedido de sigilo documental”, decidiu a juíza.

“Considerando que o documento juntado pela parte ré (relatório médico, datado de 18.03.2020 – id 31571155), não atende, de forma integral, à determinação judicial, renove-se a intimação da União, nos termos do id 31436976, para que, em 48 (quarenta e oito) horas, dê efetivo cumprimento quanto ao decidido, fornecendo os laudos de todos os exames aos quais foi submetido o Exmo. Sr. Presidente da República para a detecção da COVID-19, sob pena de fixação de multa de R$5.000,00 por dia de omissão injustificada”, determinou a juíza.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*