Jogador que chutou cabeça de árbitro é suspenso por 2 anos | Esporte Brasil | Diário Online


Autor da agressão ao árbitro Rodrigo Crivellaro, o meia-atacante William Ribeiro foi condenado nesta segunda-feira (18) a cumprir suspensão de dois anos fora dos gramados. A decisão foi confirmada pela Primeira Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul (TJD-RS).

Leia também: Jogador que chutou a cabeça de árbitro sai da cadeia

 

| Reprodução

 

Durante o julgamento, William disse estar arrependido. “Aconteceram várias situações dentro de campo que muitas vezes o pessoal de fora não sabe. Estou muito arrependido disso. Na hora me deu um apagão e reagi daquela forma. Eu não sei explicar o que me deu na hora. Simplesmente me escureceu a vista. Até já estou procurando para tratar o meu psicológico”.

O procurador Alberto Franco comentou sobre o histórico de violência do jogador e condenou as ações do atleta. “Me desculpe o atleta, mas dizer que ficou tudo escuro, não é. Foi tudo de caso pensado. Aliás, sugerimos que procure outra profissão. Entendo que ele não tem mais condição de jogar futebol profissionalmente. O que ele fez não é aceitável, tem que ser excluído do futebol profissional”, afirmou.

O jogador de 30 anos chutou a cabeça do árbitro durante a partida entre São Paulo-RS e Guarani, no último dia 4, pela Série A2 do Campeonato Gaúcho. Após a agressão, uma ambulância entra no campo para Rodrigo Crivellaro receber socorro médico e o atleta foi preso em flagrante, ainda dentro do estádio.

O árbitro, que se recupera em casa, chegou a comentar sobre o caso. Ele disse que William merece ficar preso e precisa de tratamento “porque é completamente descontrolado”.

A decisão divulgada nesta segunda ainda cabe recurso.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*