Imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré retorna ao Glória após 15 dias de quadra nazarena | Círio de Nazaré 2020


A imagem original de Nossa Senhora de Nazaré retornou ao Glória na manhã desta segunda-feira (26). A cerimônia de encerramento do Círio 2020 aconteceu durante uma missa presidida pelo arcebispo de Belém Dom Alberto Taveira. A imagem desceu no dia 9 de outubro e permaneceu no altar da Basílica durante 15 dias.

Esse ano por conta da pandemia do novo coronavírus, a festividade de Nossa Senhora de Nazaré, essa que seria a programação do recírio, aconteceu de uma forma diferente. Devido aos protocolos de segurança e de prevenção do coronavírus a festa nazarena aconteceu em um outro formato. Esse ano a cerimônia de encerramento que em que a santa sai da praça santuário rumo a basílica em uma mini procissão não aconteceu. Apenas uma missa com a presença de poucos fiéis.

A imagem original de Nossa Senhora só é retirada do Glória duas vezes por ano. Além do Círio, a cerimônia ocorre durante o aniversário de elevação da Basílica à Santuário, nos mês de maio. A data foi outorgada pelo então Arcebispo de Belém, Dom Orani João Tempesta, em 2006. Antes disso, a Imagem só ficava perto dos romeiros durante a festividade nazarena. O objetivo é estimular o fluxo de romeiros e peregrinos ao templo mariano.

Cerimônia de encerramento do Círio 2020 é marcada por emoção e fé

A noite de domingo (25) foi marcada pelo encerramento da quadra nazarena. O público foi surpreendido por uma projeção colorida na faixada da basílica. O espetáculo contou a origem círio até os dias de hoje. Logo em seguida os tradicionais fogos tomaram conta do céu.

“O fato de não ter o Círio que nós estamos acostumados nos deixou mais próximos de Maria. Então nossa fé se fortaleceu com certeza”, disse que romeira.

Para quem ficou do lado de fora da Praça Santuário uma surpresa, a imagem peregrina foi retirada do altar central da Praça Santuário e durante poucos minutos os fiéis puderam ter contato mais próximo com a padroeira dos paraenses



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*