Fortaleza vence e elimina o São Paulo da Copa do Brasil | Esporte Brasil | Diário Online



Em mais um jogo marcado por uma falha do goleiro Tiago Volpi, o São Paulo foi derrotado pelo Fortaleza nesta quarta-feira (15), por 3 a 1, e deu adeus à Copa do Brasil nas quartas de final. Ronald aproveitou um erro do goleiro para abrir o placar no primeiro tempo, e Henríquez e Deivid fecharam o placar na etapa final.

No Morumbi, na partida de ida, o goleiro são-paulino já havia falhado quando os donos da casa venciam por dois gols de diferença, o que abriu caminho para os visitantes buscarem uma reação nos minutos finais até conseguirem o 2 a 2. No placar agregado, os cearenses fizeram 5 a 3, com duas falhas do camisa 1 tricolor que custaram a eliminação.

Foi a segunda queda do time comandado por Hernán Crespo em um torneio de mata-mata num intervalo de menos de 30 dias. Em 17 de agosto, a equipe deu adeus à Copa Libertadores também nas quartas de final, quando foi eliminada pelo Palmeiras.

No confronto com o rival, outro erro de Volpi foi decisivo no duelo de ida, quando os tricolores venciam por 1 a 0, no Morumbi. Ele não conseguiu defender uma cobrança de falta de Patrick de Paula, que chutou de longa distância no canto do arqueiro. Depois do 1 a 1 em casa, o São Paulo perdeu por 3 a 0 no Allianz.

Soma-se aos fracassos a fraca campanha no Campeonato Brasileiro, em que está na 16ª posição, apenas um ponto acima do América-MG, o primeiro na zona de rebaixamento. Essas campanhas fazem com que o título do Paulista, que tirou o clube da fila de nove anos, no início da temporada, seja menos celebrado.

Para Crespo, contudo, o troféu do Estadual tem sido sua salvação. Mesmo com os fracassos, ele ainda tem respaldo da diretoria, conforme disse o presidente do clube, Julio Casares, antes do duelo com o Fortaleza. “Para afastar de vez qualquer infeliz especulação, reafirmo que independentemente de resultados, o técnico Hernan Crespo seguirá normalmente o nosso planejamento no comando técnico da nossa equipe.”

À beira do gramado no Castelão, o argentino demonstrava insatisfação com o desempenho do time, mas tentava passar confiança aos seus jogadores diante do domínio do rival. Na etapa inicial, com 7 minutos, o Fortaleza teve a primeira grande chance, com Yago Pikachu, que errou a finalização na pequena área.

A resposta tricolor veio somente aos 19, num contra-ataque de Rigoni, na única chance clara dos visitantes. Aos 20, a superioridade cearense foi convertida em gol, quando Ronald roubou a bola de Liziero, de frente para a grande área e arriscou um chute, que passou por baixo de Volpi.

Depois do intervalo, o Fortaleza diminuiu o ritmo, mas nem isso foi suficiente para os são-paulinos terem o volume ofensivo necessário para buscar o empate. Além disso, o time cearense ainda teve um gol anulado aos 20 minutos, por impedimento de Wellington Paulista.

Aos 36 minutos, nada salvou o São Paulo. Após cruzamento de Yago Pikachu, Henríquez fez de cabeça após cruzamento de Deivid e ampliou. O próprio Deivid fez o terceiro, aos 46, para definir a classificação dos cearenses à semifinal. Antes do fim, Gabriel Sara conseguiu descontar aos 49.

Nesta quarta, o Atlético-MG superou o Fluminense por 1 a 0, em Belo Horizonte, e garantiu uma vaga na semifinal -na ida, no Rio, já tinham superado os tricolores por 2 a 1. Os atleticanos serão os adversários do Fortaleza na fase seguinte da Copa do Brasil.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*