Flamengo vence Athletico-PR e joga pressão sobre o Palmeiras | Esporte Brasil | Diário Online



O Flamengo atropelou o Athletico-PR na tarde deste domingo (3), no Maracanã, pela 23ª rodada do Brasileirão, e foi ao segundo lugar com a vitória por 3 a 0. Os gols da partida foram de Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Andreas Pereira.

Após o resultado, a equipe de Renato Gaúcho ultrapassa momentaneamente o Palmeiras e, com 38 pontos, fica na vice-liderança. O Furacão permanece com 30 pontos, na nona colocação.

As duas equipes voltam a campo na quarta-feira (6). Às 19h, o rubro-negro paranaense visita o Atlético-GO, no Antônio Accioly. Já o Fla pega o Red Bull Bragantino, às 20h30, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. O Palmeiras, com mesma pontuação do Fla, tem três jogos e mais enfrenta o Juventude na noite deste domingo. Para reassumir a segunda posição, o Verdão precisa pontuar no Allianz Parque.

FLAMENGO COMEÇA COM TUDO

O Flamengo começou o jogo impondo pressão sobre o Athletico. Primeiro, logo no início, um chute para fora de Bruno Henrique. No lance seguinte, o primeiro gol: Andreas Pereira foi acionado na entrada da área, encheu o pé e acertou a trave. Sozinho, Everton Ribeiro aproveitou a sobra e completou para o fundo do gol. Aos dez minutos, Gabigol cruzou fechado e encontrou Bruno Henrique, que apareceu com espaço para completar de cabeça e marcar o segundo dos donos da casa.

ATHLETICO TENTA REAÇÃO, MAS FLA AMPLIA

Com o segundo gol, o jogo esfriou e o Furacão, que até então parecia entregue na partida, tentou reagir e avançou, parando na defesa adversária. Sávio Pereira Sampaio chegou a marcar um pênalti de Rodrigo Caio em Carlos Eduardo, mas o VAR acusou o impedimento do athleticano. Os visitantes continuaram insistindo, mas um contra-ataque de manual levou o Flamengo ao terceiro gol: Arrascaeta foi acionado por Gabigol, acelerou pelo meio e rolou para Andreas Pereira, que tocou na saída de Santos e ampliou a vantagem último minuto.

FLA ADMINISTRA O RESULTADO

O segundo tempo começou com o Flamengo mais apagado, sofrendo com os avanços do time de Bruno Lazaroni. Após minutos de pressão, o Furacão assustou ao nove, com Carlos Eduardo recebendo na cara do gol e enchendo o pé para uma bela defesa de Diego Alves. Depois da chance clara, o Athletico não criou mais boas oportunidades, e o Fla manteve a posse de bola e administrou o resultado conquistado na etapa inicial.

ANDREAS BRILHA

O destaque da partida ficou para Andreas Pereira. O camisa 18 participou diretamente do primeiro gol, com o chute na trave que deu origem ao tento de Everton Ribeiro. No fim da primeira etapa, o meio-campista disparou pela esquerda no contra-ataque flamenguista, foi acionado por Arrascaeta e completou para o fundo gol. Além dos lances de gol, Andreas teve atuação segura, distribuiu bem a bola pelo meio de campo e ajudou o Fla a construir a vitória em casa.

‘MISTÃO’ SOFRE NO MARACANÃ

Como jogou na quinta-feira contra o Peñarol, garantindo sua vaga na final da Sul-Americana, o Athletico entrou em campo poupando a maioria de seus titulares. Zé Ivaldo, Thiago Heleno, Terans e Nikão não viajaram com a delegação. Marcinho, Abner e Bissoli ficaram no banco. Com a escalação mista, o Furacão sofreu com a falta de entrosamento no primeiro tempo e viu o Flamengo garantir a vitória já nos minutos iniciais. A equipe paranaense até equilibrou a partida no segundo tempo, mas levando pouco perigo à meta de Diego Alves.

SUSPENSOS

O lateral-direito Isla e o meia Arrascaeta entraram em campo pendurados, e ambos levaram o cartão amarelo no Maracanã. Como irão respectivamente para as seleções chilena e uruguaia no meio de semana, ambos vão cumprir a suspensão na partida contra o Bragantino, em que já não atuariam por servirem a seus países.

FIM DA SEQUÊNCIA 100% DO ATHLETICO

Neste domingo, o Athletico-PR chegou ao Maracanã ostentando uma sequência de cinco vitórias seguidas; duas pelo Brasileirão, duas pela Copa Sul-Americana e uma pela Copa do Brasil. Diante do atual campeão brasileiro e finalista da Libertadores com força total, os paranaenses sofreram com a falta de entrosamento e assistiram a uma equipe arrasadora, sobretudo na etapa inicial.

COPO ARREMESSADO EM CAMPO

Durante o segundo tempo, um torcedor do Flamengo jogou um copo no campo. A atitude pode gerar multas e perda de mando ao time dono da casa. Instantes depois, o torcedor foi identificado e retirado do estádio.

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ

Hora: 16h (horário de Brasília)

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)

Cartões amarelos: Arrascaeta (Flamengo) e Isla (Flamengo); Nicolas (Athletico-PR) e Nicolás Hernández (Athletico-PR)

Gols: Everton Ribeiro, aos 4 minutos do 1º tempo; Bruno Henrique, aos 9 minutos; e Andreas Pereira, aos 48 minutos

Flamengo: Diego Alves; Isla (Rodinei), Gustavo Henrique, Rodrigo Caio e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Andreas Pereira e Everton Ribeiro (Michael); Arrascaeta, Gabigol (Pedro) e Bruno Henrique (Kenedy). Técnico: Renato Gaúcho

Athletico-PR: Santos; Pedro Henrique, Lucas Fasson e Nicolás Hernandez; Erick (Khellven), Christian (Fernando Canesin), Léo Cittadini e Nicolas; Carlos Eduardo (Juninho), Pedro Rocha (Jader) e Renato Kayzer (Vinicius Mingotti). Técnico: Bruno Lazaroni





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*