Em Belém, moradores começam reformas em casa antes de receber convidados para o Círio de Nazaré | Círio de Nazaré 2019


Faltando treze dias para a grande procissão do Círio de Nazaré, o mercado paraense já começa a sentir os impactos positivos da festividade. Muitas pessoas escolhem o mês de outubro para fazer reformas ou pequenos reparos em casa, para receber amigos e familiares.

A funcionária pública, Raimunda Rodrigues, conta que vai deixar a casa mais bonita e nesta segunda-feira foi até a loja de material de construção. “Eu gosto de renovar. A casa é humilde, mas eu gosto de estar renovando, até porque eu faço aniversário nessa época e isso me engrandece”, disse.

Segundo o gerente de uma loja, Pedro Daltro, o Círio aquece as vendas, pois aumenta a procura por pisos, revestimentos e principalmente tintas. “É um setor que nos dá um acréscimo entre 20% e 25%”, afirmou.

Corredores dos 25 andares do edifício Manoel Pinto da Silva, localizado no trajeto da procissão, no bairro de Nazaré, estão ganhando uma mão de tinta. A síndica, Silvana Castro, disse que o gasto com as reformas gira em torno de 10% a mais no orçamento. “Esse extra vai para manutenção do prédio, funcionários, horas extras dos funcionários, segurança que a gente contrata e energia”, explicou.

A recepção do prédio foi decorada e os moradores ainda vão receber pulseirinhas de identificação para distribuir para os convidados. Os moradores seguem a tradição do condomínio de organizar um verdadeiro camarote para a procissão.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*