DF: afastamento de padre exorcista paraense revolta fiéis | Notícias Brasil

1
823



A arquidiocese de Brasília, no Distrito Federal, proibiu temporariamente o único padre exorcista do Distrito Federal, o paraense Vanilson da Silva, de realizar missas e sessões de exorcismo na capital Federal. 

Padre paraense é proibido de atuar como exorcista 

No comunicado enviado aos fiéis, por meio das nas redes sociais, o religioso fez um desabafo sobre a sentença e afirma não entender o motivo.

“Os senhores bispos se reuniram com o meu superior provincial e exigiram a minha retirada imediatamente. Me senti violentamente desrespeitado porque todas as reuniões foram feitas sem a minha presença. Nunca fui ouvido”, desabafou.

Nesta quarta-feira (16), muitos fiéis questionaram e cobraram explicações da Igreja na capital federal pelas redes sociais, pois não foi dada qualquer justificada sobre o afastamento do sacerdote. Após a onda de comentários, os comentários no perfil da igreja no Instagram foram bloqueados. 

Muitos fiéis comentaram a situação. “Eu faço parte da missão rosa mística, que é o maior campo de atuação do padre Vanilson. Conheço seu trabalho e, graças ao trabalho dele, a minha vida e de toda minha família mudou completamente”, diz Tatiane Braga Ramos, 23 anos, seguidora do líder religioso.

“A Arquidiocese está sendo omissa quando não esclarece o real motivo por tal decisão. Acredito que não existem motivos plausíveis, senão eles já teriam esclarecido. Agora, eles simplesmente tomam essa decisão, não expressam nenhuma consideração com a comunidade e ainda querem nos calar, bloqueando os comentários”, disse a jovem.

Alguns fiéis organizaram, inclusive, um abaixo-assinado pedindo para que o padre volte a realizar missas e sessões de exorcismo na capital federal.

Na terça-feira (15), Arquidiocese anunciou que vai nomear outro sacerdote especialista na prática do exorcismo para atuar no Distrito Federal. Porém, não informou o nome do substituto. 

Veja a nota da Arquidiocese na íntegra: 

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Arquidiocese de Brasília, zelosa pelo bem do povo de Deus e de seu cuidado pastoral, esclarece que, por motivos justos, iniciou tratativas com o superior da Congregação do Santíssimo Redentor de Goiás, o Rev. Pe. André Ricardo de Melo, C.Ss.R., responsável pelo Pe. Vanilson Sousa Silva, C.Ss.R., atualmente Vigário da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Lago Sul. As tratativas foram iniciadas para melhor discernir tanto o bem do referido sacerdote como do povo de Deus assistido pelo mesmo em nossa amada Arquidiocese de Brasília.

Na gravidade de suas responsabilidades, é próprio do arcebispo discernir e orientar a condução pastoral do povo de Deus e ao Provincial, superior do Pe. Vanilson, também orientar o que cabe à vida do referido religioso. Pedimos a todo o povo de Deus a confiança e a solicitude para com o discernimento da Igreja, expresso por suas autoridades, que no zelo pastoral querem, sobretudo, corresponder ao amor a Cristo e à Igreja, fazendo-se próximos de todos, tanto do Pe. Vanilson como de todo o povo de Deus.

Convém destacar, também, que todos os sacerdotes, pela natureza de seu ministério e configuração a Cristo, possuem faculdade para atender o povo de Deus em suas necessidades espirituais. Contudo, em breve será oportunamente nomeado outro sacerdote para a função de exorcista, referência significativa para esta cura pastoral específica”.





Fonte da notícia

1 COMMENT

  1. Quem é esse arcebispo? Nunca vi nem ouvi falar , quando aparece e pra fazer M !!! Fora o arcebispo isso sim !!! Esse cara nunca apareceu na nossa igreja … ele q fiwue com a política , e os conchavos nos ficamos com a reza do Vanilson !

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here