Coronavírus não foi criado pelo homem, afirma serviço de inteligência dos EUA  – Diário Online



Diante de tantas especulações sobre o novo coronavírus, o serviço de inteligência dos EUA afirmaram nesta quinta-feira (30), que o Covid-19 teve origem na China, mas não foi criado pelo homem e nem modificado geneticamente. 

“A Comunidade de Inteligência (IC) também concorda com o consenso científico abrangente de que o vírus da Covid-19 não foi feito pelo homem ou geneticamente modificado”, disseram em comunicado.

Os boatos foram veiculados por ativistas anti-China e alguns apoiadores do presidente dos EUA, Donald Trump, que surgiram com especulações de que o novo vírus foi desenvolvido por cientistas chineses em um laboratório de armas biológicas. 

“Um IC continua examinando rigorosamente as informações que surgirem para determinar se o problema começou a ocorrer através do contato com animais infectados ou se foi resultado de um acidente no laboratório de Wuhan ”, acrescenta o texto.

O comunicado público foi divulgado depois que Trump declarou não descartar a possibilidade de pedir uma compensação a Pequim pela pandemia.

Segundo uma pesquisa recente da Pew Research, 29% dos americanos acreditam que o vírus foi criado no laboratório e esses 23% acham intencionalmente.

Autoridades norte-americanas com relatórios e análises de inteligência estão dizendo há semanas que não acreditam nas teorias conspiratórias.

Trump, que culpou a China pela pandemia global , disse nesta quinta-feira que acredita que uma maneira como a China está lidando com o vírus da doença coronária, que prova que esta “está tentando tudo o que pode” para impedir a reeleição em novembro.

Mais de 3,21 milhões de pessoas já infectadas pelo novo vírus do mundo, e 227.864 morreram, de acordo com uma contagem da Reuters nesta quinta-feira.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*