Coletivo lança documentário sobre brincadeira popular na região do nordeste paraense | Pará


Apresentando a relevância cultural e histórica da Serra Velha, o Coletivo Artesãos das Águas lança neste sábado (27) o documentário “Serra Velha: Reavivando as memórias de brincadeira do Nordeste Paraense”.

Com uma narrativa poética e descontraída, o Coletivo Artesãos das Águas através do mestre Manoel Ramos, pescador e poeta, apresenta em forma de poesia de cordel a brincadeira da Serra Velha em diferentes locais da Vila dos pescadores e do Bonifácio em Ajuruteua, maretório da RESEX Caeté-Taperaçu. O projeto foi selecionado pelo Edital Culturas Populares da Lei Aldir Blanc organizado pela Fundação Instituto para o desenvolvimento da Amazônia, a FIDESA e SECULT-PA e valoriza a cultura popular e a memória da população bragantina. O documentário também contou com o apoio da UFPA e UFOPA.

Ao longo do documentário o Poeta conversa com mestres e mestras da Serra Velha, em busca de desvendar os sentidos e atividades entrelaçadas no brincar desse folguedo e nas histórias dos personagens. O documentário também convida a juventude pro debate, mostra as etapas de confecção dos instrumentos e as curiosidades da brincadeira típica da cultura litorânea do nordeste paraense.

O documentário foi dirigido por Renato Chalu, direção executiva de Josinaldo Reis e roteiro de Manoel Ramos, Myrian Sá Leitão Barbosa Roberta Sá Leitão Barbosa e Renato Chalu, além disso, contou com a participação de diversos jovens da Vila de Bonifácio como assistentes de produção, maquinaria e atuação.

O documentário “Serra Velha: Reavivando as memórias de brincadeira do Nordeste Paraense” será lançado oficialmente no dia 27 de novembro, às 19h com uma exibição para a comunidade na Vila do Bonifácio Maretório da RESEX marinha Caeté-Taperaçu e estará disponível no Facebook e no Youtube do Laboratório de Pesquisa e Extensão Pesqueira de Comunidades Amazônicas, da UFPA.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*