Catarata: conheça as causas, sintomas e cuidados




O mês de abril foi escolhido para conscientizar a população sobre a importância da prevenção de doenças que causam a cegueira. O chamado “abril marrom” é, portanto, período de relembrar os cuidados com doenças oculares, já que, atualmente a cegueira, atinge cerca de 1,2 milhão de pessoas no Brasil. 
Dentre as doenças mais comuns, que podem levar à cegueira, destacamos a catarata, que é a mais recorrente entre os brasileiros: segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a catarata é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo, acometendo principalmente a população idosa.
Mas o que é a catarata?
Com o avançar da idade, ocorre um processo de envelhecimento no interior dos olhos, a chamado Presbiopia. Isso ocorre porque há uma perda na elasticidade no cristalino, parte considerada a “lente dos nossos olhos”. Clique aqui para ouvir mais um episódio da coluna “Te Cuida!” em versão podcast
Se o processo de degradação avança ainda mais, pode levar a uma fase seguinte, chamada a catarata, que é caracterizada pela perda progressiva da transparência do cristalino. A opacificação da “lente dos olhos”  dificulta a entrada de luz no órgão ocular, causando a diminuição da visão e prejudicando a realização de tarefas simples, como ler um livro ou dirigir um carro. “A catarata ocorre por uma desorganização das fibras transparentes do cristalino, assim como a perda do equilíbrio de conteúdos de água e proteína do cristalino, isso causa uma opacidade, ou seja, a perda da transparência do órgão”, afirma o oftalmologista Robson Koyama, especialista em cirurgia de catarata.
Quais os tipos de catarata?
Existem, ainda, vários tipos de catarata, segundo Dr. Robson Koyama. “A causa mais frequente é a senil, ou seja, aquela que aparece com a idade, acima dos 60 anos. Mas existem outras causas, como a catarata congênita, que aparece desde o nascimento. Existe a catarata secundária por uso de algumas medicações. Existe a catarata traumática, a que é causada por um trauma no olho. Temos a catarata também decorrente de algumas doenças como a diabetes. Tem também a secundária que ocorre por uma inflamação ou infecção ocular. Ou seja, tem vários tipos de catarata”, afirma o especialista. WhatsApp Image 2021-04-19 at 18.10.42.jpeg 
Fique atento aos sintomas
Koyana ressalta, por fim, a importância de perceber possíveis sintomas para auxiliar no diagnóstico. “ [Os sintomas da catarata] Podem variar desde quadro de leve embaçamento até cegueira completa. Às vezes, a pessoa nem percebe essa baixa visão dos olhos, geralmente devido a ajuda do outro olho. Então, às vezes, o sintoma passa despercebidos. O paciente pode se queixar de sensibilidade à luz, uma dificuldade na leitura, dificuldade para reconhecer objetos ou rosto de pessoas”, alerta o especialista. WhatsApp Image 2021-04-20 at 17.34.37.jpeg 



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*