Atendimentos a crianças com doenças respiratórias aumenta 48% no Hospital Abelardo Santos, em Belém | Pará


O número de atendimentos na ala pediátrica do hospital Abelardo Santos, no distrito de Icoaraci, em Belém, aumentou 48% no último mês. Segundo a direção do hospital, a procura maior do que o normal está associada a caso de síndromes gripais. Os médicos dizem que as mudanças climáticas tem causado o aparecimento dessas doenças.

“Mudanças de temperatura e poluentes são fatores que contribuem para o aparecimento de doenças respiratórias. Algumas síndromes gripais são bem prevalentes nesse período”, disse o médico pediatra Emerson Franco.

De acordo com dados do próprio hospital o número de atendimentos cresceu quase 50% na primeira quinzena de julho, em comparação com o mesmo período do mês anterior. Entre os dias 1º e 15 deste mês, foram registrados 1.788 atendimentos. Em junho, no mesmo período, foram registrados 1.201 atendimentos.

De acordo com o médico, pelo menos metade das crianças atendidas em julho foram diagnosticadas com virose ou doenças respiratórias, como bronquite e faringite. Com a queda dos casos de Covid-19 no estado, a procura por outras especialidades voltou a crescer. São quase 100 atendimentos na ala pediátrica por dia.

De acordo com o pediatra Emerson Franco, alguns cuidados devem ser feitos para que crianças não fiquem tão expostas às doenças da temporada.

“Você deve evitar lugares fechados e de aglomerações públicas. Principalmente com crianças até 2 anos”, informa.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*