A Praça é Nossa desiste de ‘Didi’ e Marcius Melhem | Fama | Diário Online



Aos 85 anos e vacinado contra a Covid-19, Carlos Alberto de Nóbrega tem muitos planos para seu retorno aos estúdios do SBT, em São Paulo. Após 14 meses longe das telinhas, o veterano planejava levar Renato Aragão e Marcius Melhem para o banco de “A Praça É Nossa”.

No entanto, a pandemia fez a emissora mudar de planos. Os trabalhos estão marcados para retornar nesta terça-feira (13) e na quinta-feira (15). Já a primeira edição inédita deve ser exibida em 22 de abril.

“Falei que o Renato ia fazer a Praça. Estava combinado comigo e com ele. Ele vinha um dia na minha inauguração. Mas não tenho como dizer para um homem de 86 anos de idade pegar um avião e vir para São Paulo. Não tenho coragem de fazer isso com um amigo meu“, disse Carlos Alberto de Nóbrega em entrevista.

VEJA TAMBÉM!

Sobre Marcius Melhem, ele afirmou que cogitou chamar o humorista, mas pensou melhor. “Mas ele não pode por problemas pessoais. Agora, nem eu nem ele queremos mexer nisso. Seria ruim ele vir“, avaliou. Além disso, precisou abrir mão da edição especial com convidados. “Eu ia trazer vários convidados para fazer uma coisa bonita na minha volta. Não a minha volta, mas a volta da Praça, que é a minha vida“, completou o apresentador.

Além de algumas mudanças, o programa terá alguns desfalques na retomada, como Saulo Laranjeira, o intérprete de João Plenário. Além dele, Marlei Cevada, a Nina, também estará de fora. Fábio Rabin e Moacyr Franco estavam cotados, mas não chegaram a um acordo com o SBT e a atração ficará sem reforços.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*