Sindicato dos Petroleiros vende botijões de gás de cozinha a R$ 40 como forma de protesto em Belém | Pará


Trabalhadores petroleiros realizam um protesto, desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (14), no porto de Miramar, na avenida Arthur Bernardes, em Belém. A manifestação consiste na venda de botijões de gás de cozinha a R$ 40. Segundo o Sindicato dos Petroleiros, esse valor, cerca de 50% mais barato que os preços praticados no mercado, seriam o suficiente para cobrir as despesas de produção do material. A venda de botijões com preços mais em conta segue até terminar o estoque .

Para a aquisição dos botijões, o Sindicato dos Petroleiros realiza a distribuição de senhas por ordem de chegada. A metade das senhas é direcionada a moradores da região que sejam beneficiários do Bolsa Família e o restante a trabalhadores de empresas privadas da área industrial de Miramar.

De acordo com o Sindicato, a ação faz parte de uma das iniciativas propostas pela greve nacional da categoria. Os trabalhadores pretendem denunciar à população as manobras fiscais para elevação de preços do gás de cozinha, efetuadas pelo Governo Federal.

Segundo o Sindicato, apenas 200 unidades foram colocadas à venda. A manifestação termina assim que acabar o estoque.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*