Recurso da Agropalma é rejeitado pela justiça e 35 mil hectares seguem bloqueados


Foto: Agropalma

A Agropalma queria reverter decisão a ela desfavorável em sentença da Vara Agrária de Castanhal, que determinou o bloqueio de 12 fazendas cujos títulos envolvem fraudes. Mas a desembargadora Ezilda Pastana negou recurso.

A derrota da Agropalma imposta pela Justiça do Pará diz respeito à demanda de 35 mil hectares de terras sob investigação de grilagem também já na área penal.

No texto da desembargadora, ela afirma que não aceita o processo feito pela empresa ao pedir reversão da decisão já determinada por vara de Castanhal. Reitera que tudo deve seguir como já havia sido determinado, mantendo o bloqueio à empresa.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*