Quinto dia de atos nos EUA acaba com ao menos duas mortes – Diário Online



Os Estados Unidos chegaram, neste sábado (30), ao quinto dia consecutivo de manifestações após a morte de George Floyd, segurança negro morto na segunda-feira durante uma ação policial em Minneapolis. Os protestos antirracistas se expandiram para grandes cidades, como Seattle, Los Angeles, Chicago, Cleveland, Dallas, Atlanta, Nova York e Atlanta. 

Policial que matou George Floyd é preso um dia após incêndio em delegacia

De acordo com informações da agência de notícias Associated Press, a maior parte dos protestos foi pacífica, no entanto, em algumas cidades, foram registrados confrontos entre manifestantes e policiais, com bombas de gás lacrimogêneo e tiros de bala de borracha, além de viaturas incendiadas, prédios públicos depredados e saques. 

Houve prisões, registros de feridos e ao menos duas mortes durante os atos. 

Segundo a imprensa norte-americana, viaturas da polícia foram incendiados em Los Angeles e em Nova York. Em um dos incidentes, o veículo da polícia foi atingido por um coquetel molotov quando havia quatro policiais dentro, mas todos conseguiram escapar sem ferimentos. 

Cfarros também foram incendiados em manifestações na Filadélfia e em Chicago, segundo registros no Twitter:

Algumas cidades anunciaram toque de recolher neste sábado, entre elas Los Angeles, Filadélfia e Louisville. Em Atlanta, a prefeitura fez o anúncio pelo Twitter. 

Os manifestantes foram às ruas após meses de isolamento contra a propagação do coronavírus. Muitos não usavam máscaras, o que acende um alerta amarelo, justamente em um momento em que o país tem um número decrescente de casos da doença e a população começa a reabertura econômica.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*