Péssimas condições da BR-155 gera ação do MPF contra a União e DNIT | Pará


Nos últimos cinco anos, foram registrados 385 acidentes de trânsito na BR-155, no sul do Pará, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal. O estado da via é precário, e gerou uma ação do Ministério Público Federal, ajuizada nesta quinta-feira (7), contra a União e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

De acordo com a ação, a rodovia tem vários trechos em péssimas condições, sem asfalto, com inúmeros buracos e falta de sinalização. O documento do MPF também destaca a inexistência de acostamento, precariedade no sistema de iluminação pública e pontes em péssimas condições de fluxo.

A ação prevê que dentro de 30 dias seja apresentado um cronograma de providências urgentes para recuperar e conservar a BR-155, trecho Redenção-Marabá. As obras devem ser iniciadas em até 60 dias. Caso a Justiça Federal acate os pedidos da ação, O MPF pede a aplicação de multa diária de R$10 mil em caso de descumprimento da decisão.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*