Paysandu precisa vencer Manaus para começar arrancada na Série C – Diário Online


Por conta do começo errático, cada jogo que o Paysandu tem pela frente nessa reta final da primeira fase da Série C é encarado como decisivo. E, de fato, é mesmo. Às 19h de hoje o Papão recebe o Manaus-AM, no Mangueirão. Embora valha apenas os tradicionais três pontos, o confronto regional será bem mais que isso. Com 17 pontos, dois a mais que o time bicolor, o Gavião do Norte é um adversário direto por uma vaga para a segunda fase.

O time titular do Paysandu deve ter algumas novidades logo mais, em especial no banco de reservas. João Brigatti reestreia no comando do Paysandu um ano e meio depois de ser demitido. Entre os suplentes, a novidade será o atacante Vítor Feijão, o mais recente contratado pelo clube. Independentemente de quem for escalado, de qualquer novidade, o novo comandante bicolor garante que o Papão vai jogar para frente em busca de fazer valer o mando de campo.

“Penso em uma equipe sempre ofensiva, buscando os resultados. Lógico que é preciso ter equilíbrio, organizado em campo para que possamos ter imposição física e técnica de qualidade. Tudo para que nossos atletas possam, individualmente e no coletivo, usufruir disso, principalmente no sistema defensivo”, disse. “A vitória diante do Treze foi fundamental, mudou o patamar do Paysandu no campeonato. Daqui para frente vamos fortes, muito fortes”, completou Brigatti.

AMBIENTAÇÃO

O fato do treinador conhecer grande parte do elenco foi salientado pelos atletas, o que teria facilitado sobremaneira a adaptação até de quem não conhecia Brigatti. “Muitos de nós já o conhecíamos, sabíamos que é um cara que cobra demais, é muito intenso. Mas ele dá moral ao jogador. Tenho certeza que pode ser um diferencial nosso”, disse o meia Alan Calbergue. “Eu e a maioria do grupo já conhecemos o Brigatti, os trabalhos que ele passa, sabemos como ele monta os times, como são os treinamentos dele. Ele vem para agregar e nos ajudar a buscar a classificação”, completou o lateral-esquerdo Diego Matos.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*