Paysandu: motivação em dia para se reabilitar na tabela




A delegação bicolor deixou Belém ontem de manhã rumo a Campina Grande (PB), onde amanhã encara o Galo da Borborema. O atacante recém-contratado Vitor Feijão, que estava na lista dos relacionados, foi cortado. O jogador teria testado positivo para Covid-19, mas o clube não comentou sobre o assunto. Quem também ficou de fora, mas dessa vez por critérios técnicos, foram o zagueiro Carlão, o volante Serginho, o meia Alex Maranhão e o atacante Erik Bessa.Paysandu vence no fim e tem campanha 100% no Brasileirão de AspirantesBanpará compra os nomes dos estádios do Paysandu e Remo por dois anosNo comando da equipe, o auxiliar técnico Leandro Niehues tenta mudar o panorama recente para que o Paysandu volte a vencer e, dessa vez, fora de casa. Na única vez que o Papão venceu longe de Belém nessa Série C foi justamente sob as orientações do interino, na vitória de 2 a 0 sobre o Ferroviário-CE, na capital cearense. Para Micael, mesmo Niehues sendo um velho conhecido de todo o elenco, a presença dele no comando do time chega a ser uma novidade com sabor de motivação.“Todo técnico que vem tenta agregar alguma coisa e, na minha opinião, consegue. A gente sabe que o Paysandu não teve aquela crescente constante, mas a gente oscilou entre altas e baixos momentos”, disse. “Todos sabemos que o momento do Paysandu não é bom e, independentemente dessa avaliação, estamos ligados nos pontos em que crescemos e pontos em que perdemos, então tem que ter tranquilidade pra julgar esse momento em cada situação. E como eu disse, é tranquilidade e mente forte para o próximo jogo. Esse é o foco”, completou o capitão.Micael comentou sobre a proximidade da zona de rebaixamento, mas lembrou de uma fala de Matheus Costa ao afirmar que uma vitória coloca o time bicolor muito mais próximo também do G4. “Nós temos que vencer, o foco é vitória, independente daquilo que a gente vai discursar do ponto de vista. Eu prefiro olhar pra cima, e temos condições de classificar e vamos tá fazendo o melhor, mas o foco principal vencer”.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*