Pará tem 25 artistas selecionados para o projeto Arte em Cores


Foto: Divulgação

Os artistas selecionados produziram, em casa, obras com apoio e orientação da coordenação do projeto

Desenvolvido para promover a arte urbana em municípios do Pará e Maranhão, o “Arte em Cores” já selecionou os 50 artistas que seguiram para a próxima fase do projeto, desses, 25 são de municípios do Pará. Nesta etapa do projeto, serão ofertadas oficinas on-line, a fim de ampliar a técnica desses profissionais.

Ao todo foram 110 trabalhos inscritos nas 15 cidades atendidas pelo edital. O projeto vai distribuir ainda R$ 75 mil em prêmios para artistas com experiência em pintura, desenho, arte urbana, graffiti, quadrinhos, ilustração, mangá e colagens, entre outros.O Arte em Cores é viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocinado pela Vale.

Conheça artistas selecionados pelo projeto no Pará: Carlos André Vieira Mascarenhas (Tucumã); Bati Kaiapo e Fabiano Dias de Sousa (Ourilândia do Norte); Gilson Santos Oliveira e Valdenio Silva Costa (Canaã dos Carajás), Afonso José da Silva Camargo, Eva Wendy Xavier Sousa, Everton Ferreira da Silva, Iramar Gomes Candido, Isabela de Brito Lima, Lucas Couto, Madson Thiago Sousa da Silva, Rodrigo Martins Ferreira, Romário Adriano Lima albano, Wellington Silva de Jesus e Yure Nicolau Ferreira Oliveira Goulart (Parauapebas); Dulce Maria Carvalho Dos Santos (Curionópolis); Carla Bianca Barros da Silva, Fabio Luis Modesto Cardoso, Henrique Gabriel Lopes Bentes, Jonas Araújo Barros, Josean Martins de Oliveira, Mayara Samilee de Souza Santos eTamires dos Santos Carvalho (Marabá) e José Ferreira dos Santos (Bom Jesus do Tocantins).

A lista com os nomes de todos os 50 artistas selecionados já está disponível: linktr.ee/arteemcoresmove.

Para José Ferreira, selecionado no município paraense de Bom Jesus do Tocantins, o projeto Arte em Cores está valorizando o artista local. “Acredito que esse seja o primeiro projeto voltado para artistas da região. Eu acho muito importante esse passo que a empresa Vale está dando em direção a arte regional, em direção a cultura regional e aos artistas da nossa terra.”

O resultado positivo no número de inscrições deveu-se também à ampla divulgação das inscrições do edital alcançando mais de 154 mil pessoas dos municípios participantes. “O engajamento das comunidades nesta etapa revela que teremos um público regular acompanhando o desenvolvimento dos trabalhos dos artistas e as futuras atividades. Esta adesão, em tempos de pandemia, é muito significativa”, comemora o coordenador do projeto, Gilberto Scarpa, da Vivas Cultura e Esporte.

PRÓXIMAS ETAPAS

Os 50 artistas selecionados por um júri especializado terão a oportunidade de participar de uma oficina on-line sobre referências estéticas, técnicas e suportes de arte urbana. Simultaneamente, a organização do projeto enviou um kit para a produção das obras para as residências dos artistas nos municípios paraense de Bom Jesus do Tocantins, Marabá, Curionópolis, Parauapebas, Canaã dos Carajás, Ourilândia do Norte e Tucumã, com sprays e latas de tinta, pincéis, pigmentos, um painel de MDF de 0,9m x1,85m e outros equipamentos de trabalho e proteção.

Os artistas tiveram 15 dias para elaborar os painéis. A equipe do Arte em Cores forneceu acompanhamento remoto ao desenvolvimento dos trabalhos, que serão sendo recolhidos de acordo com o final do prazo estabelecido. Nesta fase, cada artista receberá prêmio no valor de R$ 1 mil pela obra concluída e entregue.

Na terceira e última etapa, dez dos cinquenta painéis produzidos serão selecionados pelo júri. Em data ainda a ser definida, o Arte em Cores promoverá dois eventos culturais de encerramento do projeto, abertos à população, em Marabá (PA) e Açailândia (MA). Nas duas cidades, os dez artistas selecionados participarão de nova atividade formativa e de uma criação coletiva de arte urbana, que resultará em um grande painel. Cada finalista receberá a premiação de R$ 2,5 mil.

Sobre o Arte em Cores

O projeto tem como carro-chefe a arte urbana, de cunho popular, produzida intencionalmente para interferir em espaços externos da cidade, sobre o mobiliário urbano. A arte urbana reúne diversas expressões artísticas difundidas nas ruas, como graffiti, estêncil, colagem, entre outras. Seus múltiplos efeitos podem transformar a vida de pessoas e de comunidades inteiras, redesenhar o semblante das cidades, desenvolver habilidades e talentos e promover a inclusão social.

Adaptado para o período de distanciamento social, o projeto Arte em Cores é realizado pela Vivas Cultura e Esporte, Ministério do Turismo e Secretaria Especial da Cultura, com o patrocínio da Vale por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e parceria do Centro Cultural Tatajuba.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*