Hospital de Campanha de Breves é desativado após baixa ocupação – Diário Online


O Hospital de Campanha de Breves (Marajó) encerrou as atividades na última sexta-feira (31). A iniciativa fez parte do conjunto de ações do Governo do Pará para combater a pandemia da Covid-19.

Foram mais de dois meses de atendimento. De acordo com avaliação técnica, a unidade hospitalar tinha baixa taxa de ocupação.

Durante o funcionamento, contou com 62 leitos, sendo 48 clínicos, seis de UTI e oito leitos clínicos pediátricos. A unidade, a última a ser entregue à população e a primeira a ser desativada, se somou aos demais hospitais de campanha instalados pelo Estado – em Belém, Santarém (no oeste) e Marabá (no sudeste) -, e que ajudaram a salvar muitas vidas.

A instalação do Hospital de Campanha de Breves fez parte da estratégia do Governo do Pará para atender, com mais agilidade, pacientes vindos dos municípios de Anajás, Bagre, Curralinho, Gurupá, Melgaço e Portel, localizados na mesma região.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), os moradores da Região Marajó Ocidental ainda contam com atendimento, leitos e infraestrutura do Hospital Regional Público do Marajó, em Breves.

Já os novos casos de Covid-19, de acordo com a Sespa, serão encaminhados para outros hospitais, especialmente o Hospital de Campanha montado no Hangar, em Belém





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*