Governador do Pará pede que polícia investigue morte de bebê prematuro durante parto na Santa Casa


Em uma postagem nas redes sociais, o governador informou que todos os envolvidos no procedimento e atendimento à gestante foram afastados.

Segundo a família da criança, a mãe da do bebê, natural do município de Ourém, no nordeste do Pará, tinha sido encaminhada para fazer o parto no hospital, referência em atendimento materno-infantil no estado. De acordo com a Santa Casa, a gestante foi atendida em trabalho de parto adiantado. Devido às condições de sua chegada, a paciente evoluiu rapidamente para parto vaginal.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*