Filho da Rainha Elizabeth II é acusado de orgias com menores – Diário Online


De acordo com o tabloide The Mirror, documentos apontam que o membro da família real britânica, Príncipe Andrew, utilizava as escravas sexuais do falecido empresário Jeffrey Epstein.

Ao longo das denúncias, o monarca também é tido como participante de uma “orgia com várias outras meninas menores de idade”. Embora tenha negado as acusações, o filho da rainha Elizabeth II, foi acusado na justiça britânica.

Segundo o jornal, uma das escravas identificada como Virginia Giuffre, é a testemunha principal contra Epstein, que foi condenado por gerenciar uma rede de tráfico humano envolvendo a prostituição de menores. Giuffre, quando questionada em investigações sobre o que Andrew a respeito de Jeffrey, respondeu: “Ele saberia muita verdade”.

Desde a morte do milionário em agosto de 2019 após um suicídio, o príncipe não falou com o FBI sobre o caso. Ele já tinha sido afastado de todas as suas funções reais diante das polêmicas, e como consequência afirmou ter largado a vida pública.

O advogado que representa muitas das vítimas de Epstein, Spencer Kuvin, afirmou publicamente que: “Se esconder atrás da monarquia é covarde e muito abaixo de sua posição, e ele francamente se tornou uma vergonha para a família real. É nossa esperança que toda a extensão do esquema ilícito da pirâmide sexuais de Epstein continue a ser desvendada”.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*