Dia Mundial de Combate à Cristofobia é de autoria do deputado federal Paulo Bengtson


Foto: Divulgação

Cerca de 260 milhões de cristãos – católicos, ortodoxos, protestantes, batistas, evangélicos, pentecostais – foram “severamente perseguidos” em todo mundo em 2019, um número crescente, revela um relatório da ONG Portas Abertas. Pensando nisso o deputado federal Paulo Bengtson apresentou um Projeto de Lei na câmara federal que institui o dia 6 de janeiro como o “Dia Nacional de combate à Cristofobia”. Ele lembra que cristãos de diferentes vertentes vêm sofrendo ataques e perseguições por causa de sua fé, também no Brasil. Paulo Bengston ressalta ainda que a data seria um momento de discutir o tema e debater a intolerância religiosa em todos os âmbitos. Além de cobrar a punição de envolvidos em casos de situações de intolerância e violência por causa da escolha religiosa.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*