Cemitérios de Belém se preparam para receber visitantes no Dia de Finados




A menos de uma semana do Dia de Finados, celebrado no dia 2 de novembro, os cemitérios públicos de Belém ainda passam por serviços de limpeza em ritmo bem diferente do que o observado em outras épocas, quando normalmente os espaços ficam abandonados, entregues praticamente aos cuidados de cada familiar de pessoas que estão sepultadas.
Ontem (27) pela manhã, no cemitério do Tapanã, haviam alguns trabalhadores de limpeza urbana fazendo trabalhos de roçagem, varrição, coleta de lixo e pequenos reparos. A cena se repetiu no cemitério público de Santa Izabel, no Guamá, considerado o maior da capital com cerca de 45 mil sepulturas. O espaço é o que recebe um fluxo maior de visitantes no Dia de Finados. “Tem muita gente que vai querer vir antes para evitar a aglomeração no dia, então, iniciamos logo cedo esses serviços de limpeza por aqui”, disse um dos funcionários do cemitério, que não quis se identificar.
Estabelecimentos de Belém terão horários reduzidos como medida de combate à CovidSejudh realizará agendamentos para emissão de documentos na quinta-feira (29)Já no cemitério de São Jorge, localizado no bairro da Marambaia, os trabalhadores também começaram os serviços de roçagem e capinação. Porém, muito trabalho ainda precisava ser feito em função da ausência de limpeza regular. No local, haviam poucos frequentadores que decidiram antecipar a visitação aos entes já falecidos. 
Antes das 10h, a equipe de funcionários da prefeitura estava concentrada apenas em uma parte do lugar, próximo à entrada principal. Em torno de várias sepulturas a vegetação alta ainda dificultava a identificação dos túmulos.
RESTRIÇÕES
Segundo a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb), os cemitérios de Santa Izabel, São Jorge e Soledade recebem cerca de 45 mil pessoas nessa época, sendo 30 mil somente no Santa Izabel. A secretaria informou ainda que os espaços fechados dos locais terão acesso restrito, como a Administração, cujo atendimento será direcionado, exclusivamente, para informações sobre os sepultamentos ocorridos no dia. Dentre as recomendações do protocolo sanitário, está o uso obrigatório de máscara no interior dos cemitérios, bem como, regras de higiene pessoal e distanciamento social. Pessoas do grupo de risco não poderão acessar os cemitérios e devem permanecer em casa.



Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*