Assassino de investigador é trazido de volta ao Pará após ser preso em Santa Catarina – Diário Online



Um homem foi reconduzido ao Pará na madrugada desta terça-feira (27), indiciado pelo crime de homicídio contra um investigador da Polícia Civil do Pará, ocorrido em dezembro de 2017. 

O homem recebeu a voz de prisão após diligências em uma ação conjunta entre as polícias civis dos estados do Pará e Santa Catarina darem cumprimento ao mandado de prisão preventiva por ordem judicial expedida pela 3ª Vara do Tribunal do Júri de Belém.

O investigador da Polícia Civil Mauro da Cunha Câmara, de 46 anos, então lotado na delegacia de Santo Antônio do Tauá, foi morto a tiros em dezembro de 2017, em frente a um depósito de bebidas, na Alameda Principal, no Conjunto Maguari, em Icoaraci.

A recondução do preso, que não teve a identidade divulgada, contou com participação de agentes da Divisão de Homicídios, Divisão de Repressão a Furtos e Roubos, Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIC-BRUSQUE) do Estado de Santa Catarina.





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*