Advogado chama juíza de “filha da puta” em julgamento online | Notícias Brasil | Diário Online



Em época de home office, qualquer descuido fica gravado para
sempre. Que dirá o defensor Raphael Bueno, que durante um julgamento virtual chamou
a juíza de “filha da puta”, pensando que não estava sendo lido.

Tudo aconteceu após o advogado ter um pedido rejeitado pela
juíza Edinéia Carla Poganski, do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (TRT-9). Após a negativa, Raphael acabou deixando que
ela visse seu desabafo a outra pessoa em uma conversa de WhatsApp: “Que filha da puta”, escreveu o advogado logo
após a negativa para que uma parte no processo em julgamento fosse considerada
suspeita.

“Doutor, o que o senhor escreveu ali? O senhor escreveu ‘Que
filha da puta’? Quem é filha da puta, doutor?”, questionou a magistrada,
demonstrando irritação.

“Não! Não estou
falando de Vossa Excelência, estou falando da situação”, tentou se explicar
Bueno, claramente constrangido. “Tá gravado na tela, foi gravado”, respondeu a
juíza. “O senhor digitou”, completou ela. Veja o desenrolar da situação:





Fonte da notícia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*